19 janeiro 2018

A condenação de Lula desmoralizará o Judiciário brasileiro



Resultado de imagem para farsa do julgamento de Lula





























Imagem relacionada



Resultado de imagem para a  farsa no TRF4

Acima estão os 3 juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região ( Porto Alegre - Rio Grande do Sul ) que poderão confirmar, ou não, a condenação, sem provas, imposta por Sérgio Moro ao Ex-Presidente Lula, com o claro objetivo de tirá-lo da disputa nas próximas eleições de 2018.

Seus nomes, provavelmente, serão esquecidos, mas o Caso Lula será lembrado e estudado nos Cursos de Direito como um exemplo infame de como não se deve praticar a Justiça.  



Resultado de imagem para quando a política penetra no recinto dos tribunais a justiça se retira por alguma porta




18 janeiro 2018

O que é o ‘banho de floresta’ e por que precisamos incorporá-lo na nossa rotina







Basta uma pequena caminhada em meio à natureza para se ter certeza do bem estar que ela nos traz, ao ponto que muitas vezes temos a impressão de que andar entre árvores, plantas e animais pode melhorar até mesmo nossa saúde. Pois estudos comprovam que não se trata de mera impressão: o contato com a natureza de fato faz bem à saúde. Não é por acaso que no Japão foi desenvolvido o shinrin-yoku, um “banho de floresta” que pode nos trazer benefícios físicos e mentais.


banho de foresta 2


Desenvolvido no início dos anos 1980, o banho de floresta pode ser praticado de diversas maneiras, sempre, no entanto, rodeado pela natureza e entrando em contato com o estado que a floresta nos traz. Pode-se simplesmente caminhar sem rumo ou pressa, se sentar e observar as nuances e detalhes das plantas e árvores de forma geral (respirando profundamente o bom ar limpo que a floresta oferece), tudo em um certo tom de meditação. Tocar as plantas, sentir as diferentes texturas, ouvir os sons, perceber os aromas – tudo isso faz parte do banho.


Imagem relacionada


Tal prática pode ser realizada dentro das cidades, em parques ou nos jardins botânicos, contanto que o usuário permita-se mudar sua velocidade, sua ansiedade, e busque expandir o olhar e as sensações em comunhão com a natureza. Recomenda-se praticar o shinrin-yokusozinho, e sem estar em posse de qualquer equipamento eletrônico.


Resultado de imagem para banho de floresta


Estudos realizados desde o início das práticas comprovam que os “banhos” diminuem o cortisol (hormônio causador do estresse), reduzem a pressão arterial, melhoram a concentração, a imunidade, fortalecem o metabolismo e elevam o bem-estar emocional.


Resultado de imagem para banho de floresta


A ideia do banho não se dá, no entanto. somente pelo benefício direto de nossa saúde, mas também para aumentar nosso contato com a natureza, e a conscientização da importância de tal relação. No mais, o simples fato de se poder tirar umas férias da floresta de concreto das cidades grandes, e do ritmo inclemente da vida moderna, mesmo que somente por uma tarde, já é o suficiente para melhorar nossa saúde.


Postado em Hypeness








7 alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina



Imagem relacionada


Os alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina melhoram o funcionamento do cérebro, assim como os estados depressivos leves ou o simples desânimo. Não podemos nos esquecer de que esses dois neurotransmissores harmonizam a pressão arterial, melhoram a qualidade do nosso sono e, além disso, fornecem uma pequena dose de energia e bem-estar para enfrentar as nossas jornadas.

Existe uma grande quantidade de artigos que informam uma série de alimentos que, sozinhos, são capazes de tratar a depressão. No entanto, devemos lidar com cuidado com esse tipo de informação e captar a nuance, aquele detalhe que, de certa maneira, tem lógica, mas que deve ser adequadamente justificado.

Existem quatro elementos químicos naturais no nosso corpo que costumam ser definidos como o “quarteto da felicidade”: a endorfina, a serotonina, a dopamina e a oxitocina. 



Resultado de imagem para gifs minions feliz


Há alimentos que, pelos seus componentes nutricionais, favorecem e potencializam essa química cerebral capaz de aliviar a sintomatologia associada à depressão, melhorando também o nosso humor. No entanto, uma coisa que vários estudos deixam bem claro é que não existe nenhum alimento capaz de resolver por completo qualquer transtorno depressivo.

Manter uma dieta saudável, na qual incluímos alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina, é uma estratégia que precisa ser combinada com uma abordagem psicológica e um tratamento farmacológico. Por outro lado, e em caso de não sofrer de depressão, é recomendável consumir as seguintes propostas nutricionais devido aos seus benefícios associados.

Alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina

Um aspecto que devemos esclarecer é que os níveis de serotonina e dopamina oscilam no nosso organismo por várias razões. A depressão é uma delas. No entanto, há muitas outras que devemos levar em consideração:

Passar por épocas de muito estresse.

Manter uma dieta rica em gorduras saturadas, açúcares, alimentos de origem industrial, etc.

Doenças da tireoide.

Consumir medicamentos que reduzem a produção de serotonina e dopamina.

Sabendo de tudo isso, nunca é demais tomar consciência da importância de manter uma dieta adequada e – como não? – de marcar exames periódicos com nossos médicos para acompanhar a nossa saúde.

Vamos ver a seguir os alimentos que temos à nossa disposição e que podem favorecer a produção de dois dos neurotransmissores mais importantes: a serotonina e a dopamina.

1. A aveia



Imagem relacionada


A aveia faz parte do que se conhece como carboidratos “inteligentes”. O que isso significa? Basicamente que existem alimentos que exercem um efeito calmante no cérebro. 

Um deles são os carboidratos complexos (alimentos de origem integral na grande maioria), os quais têm, além disso, outra maravilhosa propriedade: favorecem a produção de triptofano, um aminoácido essencial a partir do qual a serotonina é sintetizada.


2. A banana



6 alimentos para melhorar a concentração das crianças


Dentre os alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina, a banana, sem dúvidas é um dos que mais se destaca. Sozinha ela não combate a depressão, mas nos proporciona uma dose natural de energia, otimismo e saúde. Ela faz isso porque o efeito da banana no nosso cérebro é simplesmente sensacional:

Favorece a produção de triptofano.

Fornece vitamina A, C, K e B6, componentes básicos para favorecer a síntese e o metabolismo de vários neurotransmissores como a serotonina e a dopamina.

A banana é rica em açúcares naturais que, combinados com as fibras naturais, nos fornecem muita força e energia para vencer os estados de apatia.


3. Os ovos


Imagem relacionada


Pode ser que hoje em dia muitas pessoas evitem o consumo de ovos por causa do medo de aumentar os níveis de colesterol. No entanto, a ciência confirmou que os ovos protegem a nossa saúde porque fornecem o colesterol bom, ou HDL. O segredo está no consumo equilibrado.

Além disso, os ovos, assim como os laticínios, nos ajudam a produzir triptofano e vitamina B6, substâncias necessárias para a produção de serotonina e dopamina.


4. O chocolate



Resultado de imagem para comendo chocolate


Temos certeza de que mais de um leitor estava esperando ansiosamente o chocolate aparecer nessa lista. Aqui está ele. Nós podemos nos “dar de presente” chocolate todos os dias, principalmente pela manhã. Apesar disso, sempre devemos prestar atenção para não exceder a recomendação diária de 30 gramas de chocolate amargo, o mais puro e sem açúcar.

O chocolate, além de ser um dos alimentos mais conhecidos que aumentam a serotonina e a dopamina, nos proporciona exorfina, um analgésico natural que reduz as dores, e teobromina, uma substância similar à cafeína que nos fornece energia.


5. O abacaxi



Resultado de imagem para comendo abacaxi


Às vezes negligenciamos os benefícios que muitas frutas que estão ao nosso alcance nos proporcionam. O abacaxi é, sem dúvidas, um desses alimentos que nunca deveriam faltar na nossa dieta. A razão? Temos muitas:

O abacaxi diminui a ansiedade e é anti-inflamatório.

É rico em vitamina C, ideal para favorecer a circulação, a concentração e a motivação.

É bastante adequado para o jantar, já que nos ajuda a produzir melatonina, o hormônio do sono.


6. O salmão



Resultado de imagem para comendo salmão


Peixes como o salmão são ricos em vitaminas do complexo B. Esse tipo de nutriente essencial é muito necessário para favorecer a produção de serotonina e dopamina. 

Além disso, como já afirmamos em outra oportunidade, nosso cérebro necessita regularmente de ômega 3, presente no salmão, com o qual melhoramos processos como a atenção, a memória e o estado emocional.


7. O grão de bico



Resultado de imagem para comendo grão de bico


Dizem que o grão de bico é o ingrediente da vida. Uma frase, sem dúvidas, muito verdadeira porque dentre os alimentos que aumentam a serotonina e a dopamina, esse tipo de grão tem sido, ao longo de séculos, um dos mais valorizados.

Na verdade, são muitos os países que conheciam, desde a antiguidade, suas virtudes para melhorar o estado emocional e para proporcionar energia. Por isso que um bom prato de húmus acompanhado por azeite, alho e pimentão é uma das refeições mais comuns e apreciadas no Oriente Médio.

Para concluir, é possível que muitos de nós já estejamos acostumados a consumir esses alimentos aqui listados na nossa dieta. No entanto, vale lembrar que todos devem fazer parte de uma dieta equilibrada, o mais natural possível e acompanhada, ao mesmo tempo, por hábitos de vida saudáveis, nos quais não devem faltar exercícios e uma boa gestão emocional. Somente assim vamos favorecer a química cerebral na qual o bem-estar é sentido e aproveitado no nosso dia a dia.




17 janeiro 2018

Os de camisetas verde-amarelas



Resultado de imagem para de camiseta verde amarela nas manifestações com pato






Sobre as manifestações em Maringá: essa turma do verde amarelo é o maior engodo que o Brasil já viu, uma mentalidade de patosidiotas e não patriotas, uma mentalidade de fazer esquifo, pois são subservientes à corrupção, movidos simplesmente por ódio, intolerantes, parciais e preconceituosos. No fundo, de mentalidade doentia e privados de alma racional.

Se quisessem contribuir com a democracia teriam se manifestado exigindo que o poder judiciário tratasse à todos sem parcialidade (por exemplo, onde está a mulher de Cunha sob responsabilidade do juiz Moro?).

E quando foi que vimos esse grupo se manifestando contra as malas de Aécio, Temer, apartamento cheio de dinheiro de Gedel? 

Então a mentalidade dessa turma é um grande mal, pois fecham os olhos para crimes gritantes, tanto maiores que uma simples reforma de um triplex sem provas concretas. 

Lembrando ainda que essa turma apoiou o Golpe e é conivente com o que existe de pior na política, pois desde o golpe se instalou no governo a grande bandidagem, sustentada por pífios Congressistas, que além de se protegerem com a imunidade, continuam desviando recursos, pagos com nossos impostos, para interesses particulares, de grandes corporações e do capital internacional. 

Estamos novamente convivendo com a fome e devido a precariedade dos recursos destinados ao social, se imagina o pior pela frente, além da perda de muitos direitos trabalhistas e sociais, inclusive os pobres e trabalhadores correndo o risco de morrer às mínguas sem aposentadoria. 

Tudo isso é muito triste, a grande mídia, os representantes do capital fizeram acreditar que o mal estava só num partido político e demonizaram muitas lideranças de lutas incansáveis em favor do bem comum, pena que muitas pessoas embarcaram neste imbróglio e assim estão prejudicando-se a si mesmos e destruindo a esperança de um Brasil da inclusão, da igualdade e melhor para todos.

Como padre, rezo por um Brasil mais justo, por um judiciário que não seja parcial, pelas pessoas, de verde amarelo, vermelho e de todas as cores, pessoas são ícones de Deus, mas não posso aprovar esta mentalidade, pois não condiz com a dignidade humana e muito menos com o Reino de Deus anunciado por Jesus. 

Que o Espírito Santo venha em nosso socorro e que possamos vencer todo mal individual e coletivo. Deus abençoe, com sua sabedoria, cada um de nós e o Brasil que tanto amamos.


Pe. Leomar Antonio Montagna 
Maringá - Paraná








Resultado de imagem para de camiseta verde amarela nas manifestações com pato


Imagem relacionada




Resultado de imagem para de camiseta verde amarela nas manifestações com pato


Resultado de imagem para Charge por Vitor Teixeira pelo menos tiramos a dilma

14 janeiro 2018

Mudanças do Facebook consolidam a imbecilização dos ativistas “sem bandeira e sem partido”





Por Wellington Calasans, para o Duplo Expresso

Somente agora, depois de ter cumprido o seu papel de demolidor de democracias, o Facebook anuncia que vai mudar outra vez. O “dono” das redes sociais quer voltar às origens, tirando dos destaques os vídeos e notícias e ampliando a invasão das mensagens entre amigos e familiares. Em síntese, irá estimular a “orkutização” da sua timeline, com ênfase para os “ursinhos carinhosos”.

Nas “Primaveras Árabes”, que foram artificialmente forjadas e disseminadas pelas redes sociais, o Facebook jogou um papel de destaque naquele fenômeno que parecia nobre, mas que o tempo revelou ser apenas mais uma manobra do conluio entre o capital vadio, piratas do petróleo e a indústria das armas.

A internet tem vocação socialista, pois o “dividir” é algo inerente aos humanos empáticos e preocupados com o bem comum, ainda que este verbo seja substituído na linguagem tecnológica por outro, “compartilhar”. O certo é que as redes sociais nasceram para a troca de informação e impressões entre os usuários. Isso não vai ser substituído por tribos de pensamentos convergentes. A bolha sempre estoura.

O Facebook sabia que o seu poder de influenciar as democracias tinha o prazo de validade vencido. Por isso, corre desesperadamente para evitar que as novas plataformas em teste ganhem espaço e promovam a verdadeira democracia na internet, sem a censura apresentada sob a máscara do “combate ao Fake News” que alguns sabujos ainda tentam defender como “uma bela iniciativa” para conferir alguma credibilidade a este pirata digital.

Sabemos que o ódio, que foi hipervalorizado nos algoritmos do Facebook, é um sentimento que não se sustenta por muito tempo. As pessoas, todas elas, por mais idiotas que possam parecer, querem paz e harmonia. O Facebook não será capaz de resgatar na sua plataforma um ambiente “recatado e do lar”, pois alguns usuários incorporaram personagens atribuídas aos próprios perfis e não suportariam a vergonha de parecerem bonzinhos e amáveis.

A imprensa, inclusive a chamada alternativa, que mordeu a isca e abandonou as próprias páginas para fazer do Facebook o seu “porto seguro”, agora percebe que construiu castelo de areia. Sem a possibilidade de ter destaque nas páginas dos usuários, mesmo quando autorizadas por eles, essas empresas de comunicação viraram reféns do sistema de cobrança, bem ao estilo “ou dá, ou desce”, introduzido pelo “Face”, como é carinhosamente chamada esta plataforma pelos portadores da “Síndrome de Estocolmo”.

A nova política do Facebook é um choque elétrico na acomodação do falso jornalismo. Agora, para ter audiência, tem que ter conteúdo de boa qualidade, tem que se preocupar menos com o “Fake News” ou infográficos banais e muito mais em investigar e revelar o “Ghost News” que sempre foi escondido dos noticiários, pois assim como as bruxas, a notícia fantasma “nós não vemos, mas que elas existem, existem”.

Políticos, empresas, celebridades, profissionais liberais, etc. a lista de sequestrados é enorme. E isso é o lado bom da história, pois a busca por novas plataformas, sem servidores e estáveis, reforça a necessidade de politizarmos tudo o que fazemos nos mundos real e virtual. É a verdadeira essência socialista da internet que é resgatada graças ao declínio do império digital do Facebook.

A cadeia de blocos, ou blockchain, que, entre outras coisas, garante a segurança das operações realizadas por criptomoedas – as Bitcoins, tem sido usada como teste para uma nova rede social, independente e sem filtros. O Facebook tenta em vão lançar algo semelhante, mas sabe que a iniciativa do “FaceCoins” (nome hipotético) é o mesmo que nadar contra a maré. Sem confiança não há moeda forte.

Mesmo que estranhamente uma avalanche de notícias publicadas tente tirar a confiança das pessoas na criptomoeda Bitcoin, a consciência política dos seus primeiros usuários será capaz de fazê-la resistir. Ninguém vai querer abandonar uma moeda digital descentralizada para virar refém do controle de imperialistas e piratas.

Se é verdade que o Facebook foi construído para aproximar as pessoas e construir relacionamentos, também é verdade que promoveu muito mais a discórdia e a distorção da verdade. O tempo foi o grande professor dos usuários que, após um período de casamento feliz, perderam a ingenuidade e perceberam que foram usados como massa de manobra. E pior, controlados por robôs que fizeram o humano repetir slogans, usar acriticamente na sua foto de perfil a bandeira de alguns países, se comover com o que era conveniente para os caçadores sem perceber que seriam as próximas caças.

As recentes postagens de Mark Zuckerberg, o “dono da zorra toda”, revelam que o conteúdo de empresas, organizações e mídia “será menos visível”. Para ele, (com a nova política) se o Facebook vai obter mais lixo ou boa qualidade, dependerá do conteúdo produzido pelos usuários em combinação com os algoritmos. “Nós (Facebook) simplesmente temos que assumir a responsabilidade e parar de ser tão amaldiçoados”, coitadinhos. E quem acredita nisso que siga ajudando o “Zuckinho” a comer caviar.



Postado em Duplo Expresso em 13/01/2018



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...