01 dezembro 2012

Manipulação sempre mais e mais...




Eu senti nojo e raiva



Dom Orvandil Moreira Barbosa


Querida amiga Lili

Eu também assisti a droga do “Programa do Jô”. Quando ele anunciou que seria com as “Meninas do Jô” tive o ímpeto de trocar de canal ou de desligar a TV. 

Porém briguei comigo mesmo com a ideia de que eu preciso assistir tudo o que faz mal ao meu povo afinal tenho que ajudar a conscientizar as pessoas com quem trabalho, meus alunos nas universidades, meus leitores, meus companheiros de luta, meus paroquianos (povo pobre e trabalhador) e meus amigos. 

Minha consciência me empurra para a permanente desconstrução do lixo da tal opinião publicada, que a classe dominante joga para cima e para dentro do nosso povo. 


Sou profundo admirador do encantamento feminino, da delicadeza das mulheres, que sempre são muito bonitas como corpos, almas, espírito de luta, inteligência, criatividade, sagacidade, alegria, liderança, sensualidade etc, etc, etc. 

As mulheres coroas que o Jô chama de meninas são muito bonitas e inteligentes. Não dá para negar. 

Porém, o que lhes faz mal e a nós ao assisti-las é o ego inflado e a consciência mendiga. São paupérrimas em sua visão de mundo. Consigo imaginar que fizeram reunião prévia com o Kamil, com o Policarpo e aquelas que atuam no judiciário se reuniram com Joaquim Barbosa para construir e afinar os discursos imbecis que fizeram no programa do Jô. 

Suas falas foram textos previamente construídos. Não têm pensamento próprio. São elas mesmas manipuladas. São bonitinhas e gostosas, mas ordinárias, porque não servem ao povo e ao País. 

Concordo com Marcelo Bancalero (de quem reproduzo o texto abaixo, retirado de teu prestigiado e inteligente blog) que escreve que sentiu medo com as manipulações de quem ele chamou as “Mendigas do Jô”.

É realmente de sentir medo pelas consequências das mentiras da mídia bandida sobre as mentes e ações da população. Nesse sentido é de sentir medo, porque é impressionante o quanto milhões de pessoas que se julgam bem informadas repetem irrefletidamente as bobagens da mídia bandida, como escreve muito bem Marcelo.

Eu, porém, sinto raiva e nojo. De certa forma sinto pena. Pena porque mulheres tão lindas e gostosas sejam tão mal aproveitadas pela burguesia burra, que as emburrece e bestializa. 

Quando as câmeras abriram e fecharam sobre os rostos das “mendigas do Jô Gurgel”, no dizer de Marcelo Bancelero, senti nojo e repulsa do que fazem com as mulheres e do que mulheres indigentes de consciência e de fidelidade ao povo permitem que os bandidos façam com e por elas. 

Abaixo, querida Lili, reproduzo o texto de Marcelo Bancelero, que retiro do teu lindo blog “A Justiceira de Esquerda”.


As Mendigas do Jô e ainda as falsas noticias da mídia bandida


Marcelo Bancalero

Enquanto faço essa postagem , assisto ( apenas para poder me inteirar), as Mendigas do JôGurgel.

Obs: Mendigas pois o jeito de sobrevirem (graças à falta de profissionalismo), é mendigar um espaço no programa do megalomaníaco na telinha do plin plin.

E tentei me colocar como um leigo, para tentar visualizar como as pessoas que não são politizadas (que são a maioria), o que essas pessoas captam de mensagens insanas como esta que passam na telinha do plin plin.

E o que senti foi medo...

Medo de perceber como elas, as mendigas do Jô Gurgel conseguem manipular informações.

E para quem não está a par das verdades como nós que deixamos o hábito de dar crédito a esta mídia bandida, acaba se deixando levar por estas sandices.

E o Jô exaltando o JB e mostrando o ministro Fux tocando guitarra e dando parabéns!...

E depois terminar adulterando a música de Luiz Gonzaga numa paródia terrivelmente maldosa sobre José Dirceu, enquanto as mendigas e o Jô tinham orgasmos junto com a patética platéia!

Ah...Faça-me o favor!

Depois de ler a Revista Retratos do Brasil, o que vão falar?

Vão fingir que as provas que inocentam Pizzolato não existem?

Por isso que quando eu vejo o artigo dos amigos do Correio do Brasil, tenho de concordar.

A mídia bandida faz todo um ritual para que suas falsas notícias tenham ampla divulgação. 

Primeiro anestesiam sua mente com novelinhas, te deixam relaxados com sua programação manipuladora com tudo que o que você gosta, corrida, futebol, musicais, tudo isso carregando mensagens implícitas daquilo que eles vão soltar nos seus telejornais, revistas, internet e impressos.

Depois reforçam com programas do Jô e afins.


Postado no blog A Justiceira de Esquerda em 30/11/2012




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...