25 janeiro 2013

Sandy e sua vida sexual desinteressante


sandy Divulgação Fabio Heizenreder poster Sandy e sua vida sexual desinteressante



Marco Antonio Araujo




Sandy está querendo se tornar uma musa sexual. Com 15 anos de atraso, é verdade. Mas, na visão dela, nunca é tarde para se expor publicamente em troca de absolutamente nada. 

A desenvoltura que ela demonstra ao falar de suas intimidades físicas com o marido não me excita. E olha que nem sou amigo do Lucas Lima. Portanto, nada me impede de achar sua patroa uma gracinha.

Mas a forma como a jovem balzaquiana fala de sexo anal e de como anda bem sua vida de casada entre lençóis me broxa de forma irreversível. Parece que ela está em busca do tempo perdido. 

Sempre me pergunto o porquê de uma figura pública, bem nascida e bem cuidada pela vida, que não tem nada a reclamar, já suficientemente famosa, se desnuda dessa forma diante de câmeras e microfones. 

Poucos anos atrás, falar abertamente de sexo era um sinal de coragem e caráter. Coisa para poucos e audaciosos. Ajudava milhões de pessoas a enxergarem como natural algo que era trancafiado pela hipocrisia. 

Agora, com tanta superexposição, tornou-se oportunismo barato e uma pobre jogada de marketing. O que assistimos hoje é a um constrangedor striptease da alma. 

Rebeldia é se recusar a responder a perguntas invasivas e banais. Audácia é impor a jornalistas o direito à privacidade. Sem estrelismos, obviamente. 

Os pioneiros das declarações chocantes atingiram seu objetivo revolucionário. Que todos possamos usufruir dessa conquista: o que acontece entre quatro paredes não interessa a ninguém. Que cada um cuide de sua própria vida. 



Postado no blog O Provocador em 24/01/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...