05 março 2013

Dê espaço para o amor que já está em você!




Rosana Braga  

Algumas afirmações já deveriam ter virado lei, de tanto que já foram repetidas. Todo amor que você busca já está dentro de você! é uma delas... Mas, infelizmente, somos teimosos o suficiente para continuarmos ouvindo – e nunca sentindo! – o que é realmente importante!

Saint Exupèry, autor do bestseller O Pequeno Príncipe, disse: Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. 

E eu ousaria continuar: Só se ouve bem com o coração. O essencial é inaudível aos ouvidos.

Ou seja, enquanto continuarmos ouvindo e vendo, nada encontraremos, nada veremos e nada ouviremos de realmente válido. 

É preciso dar espaço ao coração. Ouvir e enxergar são meios maravilhosos de perceber a vida e até o amor, desde que a percepção venha do coração!

No entanto, nossa mente está à espreita, pronta para nos sabotar, para nos desviar do foco verdadeiro. Sempre alerta, rápida, perspicaz, nos movendo para um mundo irreal, poluído de pensamentos equivocados, limitados, que não nos deixa ouvir nem ver o que o coração está nos dizendo ou mostrando.

Então, como sair dessa dinâmica camuflada, que nos arrasta para uma falsa sensação de segurança, de sabedoria e de atenção?!

Difícil tarefa! De tão simples e tão óbvia, torna-se o maior desafio para aqueles que buscam o amor, a verdade e, sobretudo, a si mesmos!

Não precisamos ir a lugar algum. Não precisamos descobrir nada nem nos tornarmos alguém melhor. Já somos. Já estamos. Já possuímos o que quer que seja que realmente necessitamos. 

Mas fomos, dia a dia, escondendo a nós mesmos debaixo de grossas e pesadas camadas de medo, de desconfiança e de crenças.

Agora, então, a tarefa é tirar, desapegar, soltar, livrar-se, desprender-se, libertar-se!!! Entregue-se! Aceite! 

Abrace a vida e a si mesmo com o que tem, agora, neste instante. Nada mais é preciso conquistar. Apenas dê espaço...

Somente dando espaço, o amor que já está em você poderá se manifestar. Você não precisa buscá-lo. Ele já está. 

Apenas dê espaço. Tape os ouvidos para a mente, para os pensamentos que, na verdade, ensurdecem você... Tape os olhos para a mente e para os pensamentos que cegam você...

Concentre-se no coração, na sensação... E se não souber como fazer isso, apenas toque você, traga sua atenção para o peito, para o desejo genuíno que grita dentro de você.

Ao tirar o foco da mente, ou seja, ao silenciá-la, você conseguirá ouvir esse grito!

Talvez, num primeiro momento, ele saia desajeitado. Talvez você não consiga entendê-lo. Talvez o seu grito saia em forma de lágrima, de tristeza, de dor, de saudade, de arrependimento... Talvez seja um grande e escuro vazio, daqueles que nos dão a impressão de não ter fim... Mas, enfim, apenas entregue-se!

E uma vez mergulhado no seu grito, completamente envolvido por essa vontade desesperada de encontrar o amor, a vida e todas as respostas, você possa, enfim, simplesmente se ver, se ouvir, absolutamente nu, em silêncio, inteiro, pronto para ser quem você, na verdade, sempre foi!

Essa é a magia do sol. Essa é a magia do amor.

Faça frio, chuva, nuvem, trovão, relâmpago ou faça nada... Eles estão aí, sempre, todos os dias. Porque o frio passa, a chuva pára, a nuvem se desfaz, o trovão e o relâmpago são circunstanciais. Mas o amor permanece... e quando o nada se faz, todo o espaço é deliciosamente preenchido... de amor!

Portanto, a minha sugestão é para que você, confiante e humildemente, dê espaço!


foto
Rosana Braga
é Palestrante, Jornalista, Consultora em Relacionamentos
e Autora dos livros "O PODER DA GENTILEZA" e "FAÇA O AMOR VALER A PENA", entre outros.
www.rosanabraga.com.br


Postado no site Somos Todos Um
Imagem inserida por mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...