09 abril 2014

Encontre seu Eu Verdadeiro no momento presente





Rodrigo Durante

Estamos o tempo todo buscando algo, às vezes tão compenetrados que não percebemos o que se passa à nossa volta.

Nosso "Eu personagem", aquele que nossa cabeça acredita que é, traz consigo uma história, memórias, tensões e vibrações, imaginando e buscando no futuro seu alívio, sucessos e realizações. Passamos a vida desta forma, sem nos darmos conta do presente. Juramos que o aqui e agora é só um passo para chegarmos onde queremos, que está sempre no futuro.

A mente projeta um futuro sempre baseado nas experiências passadas, buscando assim nossa proteção, nutrição, atividades que nos realizam, uma imagem melhor do próprio corpo etc., sempre de acordo com o Eu personagem.

Mas a verdade simples e que ninguém vê é que tudo o que buscamos está e sempre esteve no aqui-agora, tudo nos chega no agora. E por trás das situações que imaginamos serem nossas fontes de alegria, esconde-se a única coisa capaz de nos fazer realmente feliz: nosso Eu verdadeiro.

O que acontece é que não sabemos nem quem verdadeiramente somos, aliás, não fazemos a menor ideia disso. Acreditamos que somos o Eu personagem, com toda a bagagem e sonhos que traz consigo; porém, estas imagens que criamos a respeito da vida, do mundo e de nós mesmos não passam de crenças, ideias e condicionamentos em nossa cabeça. 

Se dermos uma chance para que nosso Eu verdadeiro aflore, veremos que não precisamos de nada daquilo que passamos a vida perseguindo. Descobrimos que o apego a toda bagagem emocional trazida do passado e aos ideais de realização quanto ao futuro são as mais eficientes maneiras de nos deprimirmos, nos frustrarmos, de gerarmos ansiedade e desconforto em nosso momento presente. O excesso de julgamentos quanto ao "bom e o ruim" em nossas vidas nos desalinham e nos prendem em frequências que só nos atrapalham.

Já dizia nosso irmão Chico Xavier que "temos exatamente o que precisamos para triunfarmos em nossa tarefa...". E eu completo: e está tudo no presente, não existe nada fora do aqui e agora e nem de nós mesmos.

A melhor forma de encontrarmos nosso Eu Verdadeiro é assimilarmos todas estas informações e utilizarmos a lógica reversa: se temos tudo o que precisamos para nossa tarefa e estamos exatamente no aqui-agora, logo nosso Eu Verdadeiro estaria muito feliz se reconhecêssemos no momento presente e em nossa atuais condições a tão almejada realização. 

Porém, lembrem-se, esta é a realização do Eu Verdadeiro, no aqui-agora, não do Eu personagem, no futuro.

A partir deste raciocínio, percebemos que tudo o que nosso Eu Verdadeiro precisa está no momento presente e é aí que então, reversamente, alinhados com o momento presente encontramos nosso Eu Verdadeiro.

A grande (senão a única) dificuldade que nos colocamos está em desapegar, perdoar e nos libertar do passado e das historinhas que nos contamos para justificar nossos infortúnios, aliviando assim a necessidade de nos mantermos constantemente fugindo para o futuro. Além disso, uma grande vontade de melhorar e evoluir também ajudam, assim como a iniciativa e disciplina para fazê-lo. Para isso precisamos desenvolver a fé e confiança necessárias para sabermos que estamos bem, que estamos amparados e que existe um plano Divino para todos nós, facilitando o desapegar deste passado e futuro constantemente alimentados e recriados.

Encontrar-se a si mesmo no momento presente é alinhar-se com sua própria Presença Divina. Tudo o que experienciamos em nossa vida o fazemos através de certos filtros que são nossas crenças, memórias, feridas, medos etc.. Se a experiência é boa ou ruim é porque a analisamos e a julgamos assim.

Quando estamos no presente totalmente alinhados com nosso Eu Verdadeiro, tais julgamentos não existem. Nosso Eu Verdadeiro não carrega os pesos que o personagem precisa manter para sobreviver. Sem a necessidade de criar um futuro, a mente não precisa mais gastar tanta energia para manter o passado tão vivo, sempre alerta para não cair nas mesmas armadilhas que a vida já nos apresentou.

Inadvertidamente, ao carregar consigo as vibrações do passado pensando em evitá-las, na verdade as estamos utilizando na criação do nosso futuro, que terá tantas ou mais dificuldades quanto as que já trazemos em nossa bagagem. Lembram? "Não basta pensar positivo é preciso sentir positivo".

A solução está sempre no presente e dentro de nós mesmos. O presente é exatamente o que nosso Eu Verdadeiro pediu a Deus. Tudo no aqui agora foi criado e manifestado com o amor Divino para que pudéssemos ter a experiência ideal para nosso aprendizado, nosso despertar. Tudo no presente é Divino e sagrado e, assim como nós, é tudo o que há. A plenitude é nossa natureza, não pode ser alcançada, deve apenas ser aceita pois já está aqui. O presente é um universo pronto para ser sentido e integrado.

Então, amem o presente! Respirem fundo, abram os olhos da alma, parem de julgar e veja como nada aqui é tão ruim quanto pensamos... permitam-se abrir o coração e todos seus outros sentidos para os presentes que estão disponíveis no aqui-agora. 

Ousem mudar. Ousem sentir a vida de uma outra maneira. Ousem agora!


Postado no site Somos Todos Um


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...