03 maio 2014

A cada dia, recomeçar...




Aurora Reis


Todo dia, quando acordamos, ganhamos de presente um novo dia: tantas horas, um espaço de tempo inteiro para criar a nossa vida, nossa história.

Como cada um aproveita o seu tempo é responsabilidade pessoal, ou seja, é você mesmo quem escolhe o que vai viver, o que fazer e deixar acontecer... 

Mesmo que essas escolhas sejam feitas de forma inconsciente ou quando somos "obrigados" a escolher determinado caminho. Quando não escolhemos, é certo que algo ou alguém escolhe por nós, mesmo que seja a própria vida, que nos traz os desafios necessários para nossa evolução.

Acordar é como nascer a cada dia. Uma oportunidade única de recomeçar, transformar, mudar, recriar, reciclar, evoluir. Dar o primeiro passo em direção à mudança almejada talvez seja o mais difícil. Mas depois que nos direcionamos para a trilha certa - guiados por nosso coração - tudo fica mais fácil, colorido e até divertido, por que não?

As mudanças podem ser suaves, frescas como a brisa ou o sol matinal. Não precisam ser como o sol do meio-dia ou uma tempestade, um furacão! Elas podem ser sutis, e o caminho da sutileza é belo, simples e humilde - um passo de cada vez...

Recomeçar requer tato e sensibilidade, consigo mesmo, sem muitas exigências, cobranças, autocrítica ou mania de perfeição. Tudo isso é coisa do ego, que sempre quer transformar num drama algo que é singelo.

Essa mudança gradual pode ser feliz, alegre e divertida, como já foi dito. Mas, como? Apenas sorrindo para a vida, não se levando tão a sério e deixando o medo ir embora.

Medo de errar, de viver, de sofrer, de dar tudo errado.

O medo é o oposto do amor e a principal causa de sofrimento e dor. O medo é a escuridão que se disfarça de luz, mas não engana por seu sentimento causar estranheza e sensação de desconforto. 

Quando não estamos nos sentindo bem em determinado lugar, papel ou com alguma pessoa é sinal de que algo não está tão bem como se deveria estar. Quando o coração sente uma repulsa, um desejo de não estar mais ali é hora de ouvi-lo e prestar atenção à sua silenciosa voz.

Ouvir o coração é um meio de seguir a vida de forma simples, alegre e sem medo. Recomeçar com o guia certo, sem precisar de nenhuma muleta externa. 

Esse tempo já passou!


Postado no site Somos Todos Um


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...