24 maio 2014

Aceite o novo




Elisabeth Cavalcante 

Vivenciar novas circunstâncias na vida que nos desafiem é sempre algo assustador, que muitas pessoas evitam deliberadamente. A insegurança vem, na maior parte das vezes, de uma falta de confiança na própria capacidade.

Por não se julgarem aptas a enfrentar e superar o desconhecido, acabam se apegando à segurança e ao conforto do que é familiar. Entretanto, essa pseudo-segurança pode se revelar uma armadilha.

Tendo em vista que a vida é imprevisível, muitas vezes ela faz com que as estruturas aparentemente seguras que o ser humano cria para si, sejam repentinamente demolidas.

É aí, nesse momento, que a força ou a fraqueza se revelam. Se não tiver uma autoestima sólida e um poder interior plenamente desperto, a tendência é que o medo e a insegurança se tornem predominantes.

Aceitar de coração aberto as mudanças que a vida nos apresenta é a única maneira de se viver de modo pleno. Mas isto exige deixar de lado as certezas, as soluções pré-concebidas e entregar-se de coração aberto ao que a intuição, a voz do coração nos indicar, a cada momento.

Esta entrega traz como resultado uma profunda confiança em si e um amadurecimento interior que nada poderá destruir. 

A vitória sobre o medo é a maior conquista que podemos empreender durante nossa jornada evolutiva neste planeta.

"Com o velho a pessoa é eficiente, com o novo ela é inapta. Com o velho você sabe o que fazer, com o novo você vai ter de aprender o abc. 

Com o novo, você começa a se sentir ignorante. Com o velho você tem conhecimento, você faz algo repetidas vezes, você pode fazê-lo mecanicamente, você não necessita estar acordado.

Com o novo você precisará estar alerta, desperto, de outra forma algo pode ir errado.

Apenas com o novo há vida. Apenas com o novo "é" vida. 

A vida tem que ser fresca. Permaneça um aprendiz, nunca se torne um conhecedor. 

Permaneça aberto, nunca se torne fechado. 

Permaneça ignorante, vá em frente jogando fora o conhecimento que acumula - automaticamente, naturalmente.

Cada dia, cada momento, livre a si próprio de tudo o que você aprendeu e de novo se torne uma criança. 

Tornar-se inocente como uma criança é o caminho para se viver e para se viver abundantemente". Osho


 Postado no site Somos Todos Um


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...