24 novembro 2014

Dicas para resgatar a autoconfiança




Paula Machado

Grandes fracassos, como a perda de um emprego, o fim de um casamento ou relacionamento, a percepção de que se fez más escolhas na vida (e muitas outras situações) atiram nossa autoconfiança na lama. Se você, como a maioria das pessoas, já passou por uma experiência dessas, sabe que não é fácil.

Depois de um grande fracasso, é natural sentir frustração e insegurança. Suas fraquezas, erros ou más decisões, ficaram expostas para quem quiser ver. Parece que nada trará a autoconfiança de volta. 

Para algumas pessoas, as feridas são tão profundas que elas nunca mais se recuperam: perdem a autoestima e caem em depressão, o que só aumenta os sentimentos de falta de competência e valor. O ciclo vicioso as afasta cada vez mais do sucesso e da felicidade.

Felizmente, a maioria se levanta e segue adiante. Mas as cicatrizes ficam e voltam a doer sempre que elas são confrontadas com uma situação semelhante a que provocou o desastre original. Assim, muitas vivem uma vida limitada, sem nunca alcançar o próprio potencial por medo de falhar de novo.

A boa notícia é que, com determinação, é possível resgatar a autoconfiança, desde que se saiba o que fazer. Afinal, como bem disse Ralph Waldo Emerson: “A maior glória não está em nunca fracassar, mas em ser capaz de se levantar a cada fracasso”.

1. Recolha as cinzas: como se você fosse um observador externo à situação, reexamine-a: O que você aprendeu que vai ajudar a se tornar uma pessoa mais forte e melhor no futuro? É possível voltar atrás para corrigir algum erro ou mal entendido ? Sei que não é nada agradável olhar as provas do nosso fracasso, mas a análise pode ser muito reveladora.

2. Compreenda a real extensão do problema: fracassos não definem a sua vida. Pode parecer que sim, a princípio, mas tente ver como o fato isolado encaixa em sua vida, como um todo. Quantas vezes você já foi bem-sucedida? Quantas coisas já conseguiu ou fez com perfeição em outras áreas de sua vida? Muitas vezes, a dor do fracasso faz com que enxerguemos a vida com muita negatividade. Lembre a si mesma que o fracasso foi pontual e não é capaz de definir seu caráter, sua inteligência ou seu futuro. Praticar este pensamento repetidas vezes até que comece a acreditar e se sentir confiante de novo.

3. Reforce suas habilidades: um dos melhores tratamentos para a baixa confiança é tentar desenvolver as áreas onde você fracassou. Se foi por falta de preparo, conhecimento, maturidade ou habilidade, veja o que é preciso fazer para ganhar preparo, conhecimento, maturidade ou habilidade. E faça! Com a prática e o tempo, você sentirá mais confiança. Uma boa estratégia é analisar o perfil de alguém que se saiu bem no que você está tentando melhorar para aprender a imitar suas atitudes.

4. Faça uma reflexão interior: às vezes, o fracasso é uma dica dolorosa do que estamos fazendo errado ou que não está de acordo com o nosso eu interior. É uma ótima ocasião para examinar os rumos que está dando a sua vida. Faça a si mesma perguntas como: esta é a carreira que eu realmente quero? São essas as pessoas com quem eu realmente quero conviver? Eu estou preparada para essa função no trabalho? Meu ex-marido (ou sócio) era realmente o tipo de pessoa certa para mim? Conhecer a si mesma, seus desejos mais íntimos, seus talentos e preferências evita que você repita os mesmos erros. Ser autêntica impede que você viva uma vida que não é sua, fingindo ser quem você não é.

5. Encare seus medos: aja, mesmo que sinta medo do fracasso, porque este só vai desaparecer quando você o desafiar. Use o que aprendeu como experiência e se force a voltar à ativa. Vá se forçando para fora de sua zona de conforto, aos poucos. Aceite que o medo é uma resposta natural ao fracasso, mas não deixe que ele controle você. Enxergue seu medo como uma criança pequena que precisa de uma mão firme para guiá-la na direção certa. Permita que a sua parte forte e capaz fique no comando.

Por fim, não tenha pressa. Muitas vezes, a transformação não é imediata ou tão rápida quanto você gostaria. 

Persista com determinação que, quando menos esperar, uma pessoa madura, consciente e confiante emergirá das cinzas daquele fracasso.


Postado no site Somos Todos Um


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"