31 outubro 2012

Como se preparar para a transição!




Flávio Bastos

A vida é pura energia. Estamos envolvidos - a começar pelo nosso corpo físico - por estruturas energéticas que formam tudo o que percebemos ou deixamos de perceber através dos sentidos comuns. Desde o microssistema ao macrocosmos, a vida pulsa numa profusão inimaginável de mecanismos energéticos que se interconectam.

Portanto, a energia, seja ela densa ou sutil, está permanentemente presente na vida humana. É a "matéria-prima" que forma tudo o que existe no universo, mesmo aquilo que foge ao conhecimento da ciência, ou seja, o desconhecido. 

A aura humana, por exemplo, é uma prova científica da existência de uma energia imaterial que envolve cada indivíduo. As suas cores revelam o estado mental, emocional e consciencial que nos identifica diante do universo.

Atualmente, a humanidade encontra-se num momento existencial em que várias previsões se cruzam em um mesmo ponto de intersecção, que aponta o início do terceiro milênio como uma fase de transição do planeta Terra e sua gente: uma passagem de energia densa para uma energia sutil e depurada no sentido espiritual.

Nesta direção, torna-se imprescindível para o ser humano elevar a sua frequência vibratória para adequar-se à fase de transição e estar de mente e coração abertos para não sofrer as consequências de sua própria energia em contato com a transmutação energética anunciada pelas previsões.

Para tal, o indivíduo deve praticar a elevação de seu pensamento - que é uma fonte de energia - através de opções simples, sem a necessidade de técnicas complicadas que podem limitar a ação de pessoas que pertencem a grupos considerados incapacitados para seguirem determinadas orientações.

Entre algumas opções de fácil acesso, temos a prece espontânea a qual se referem os espíritas, ou seja, uma forma simples e eficaz de elevar o pensamento direcionado para o bem e o amor fraternal, como se estivesse dialogando com o Criador.

Através deste canal de contato, a pessoa pode, inclusive, emitir pensamentos de perdão, autoperdão, gratidão, proteção a si e ao outrem, entre outros.

A simplicidade e abrangência desta opção permite que o campo de irradiação emitido pelo agente, beneficie familiares, amigos, conhecidos ou pessoas desconhecidas. 

Desta forma, o indivíduo, que pela sua limitação não tem condições de orar ou de seguir a orientação de uma técnica que exige maior grau de dificuldade, será também beneficiado. Não devemos fazer o bem sem olhar a quem, como nos informa o sábio dito popular?

A seguir, resumo em poucas palavras, entre tantas que existem ao nosso dispor, uma dica de como iniciar a prática de elevação do nosso pensamento através da prece: "Pai, fonte de amor, verdade, justiça e sabedoria. Jesus Cristo, nosso exemplo maior e iluminado caminho". 

Segue aquilo que você deseja para si, para o outrem e para o nosso planeta, de uma forma sincera, objetiva e pura, como deve ser a sintonia com a espiritualidade superior.

De um jeito simples e natural, você pode - e deve - elevar o seu pensamento regularmente, sempre pedindo através da energia do amor abrangente, incondicional, o equilíbrio e o discernimento necessários para acompanhar a fase de transmutação energética do planeta Terra e sua gente. 

Fazendo isso com regularidade, você observará em si mesmo uma alteração em sua própria energia, que estará mais harmonizada pela elevação de sua frequência vibratória.

No entanto, a sensação de paz interior, decorrente da prática do pensamento elevado, exige vigilância da pessoa em relação às suas atitudes do dia a dia, pois a teoria precisa estar aliada à pratica para ser eficiente em seus propósitos.

E quando nos tornamos intermediários na função de irradiar a nossa energia elevada às pessoas que se encontram mental e fisicamente incapacitadas, a nossa responsabilidade é ainda maior. 

Se tivermos disciplina e formos vigilantes com os nossos pensamentos e atos, a tendência é "incorporarmos" na nossa rotina de vida, a frequência vibratória elevada, o que nos manterá num bom nível de lucidez e de paz interior.

Ao manter a sintonia elevada, estaremos receptivos às mudanças previstas, cujo processo não será traumático para a humanidade, mas sutil e envolvente. No entanto, fora de alcance para quem não estiver preparado para vivenciar uma nova era que surge no alvorecer do milênio. 



Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...