24 maio 2013

Quatro americanos são mais que 2.143 pessoas?




Fernando Brito

O discurso feito hoje pelo presidente americano Barack Obama, anunciando regras rígidas de controle dos ataques dos drones – aviões não tripulados, operados por controle remoto – expõe a luz um modo cruel de julgar a vida humana.

A decisão foi tomada depois de os EUA admitirem oficialmente que quatro de seus cidadãos – de origem árabe – foram mortos em ataques deste tipo.

Acontece que nada havia sido feito diante da morte de 2.143 pessoas nas mesmas circunstâncias, em países árabes, conforme contabilizou um estudo das universidades de Nova York e Stanford.

O trabalho revelou que 98% deles não tinham ligação alguma com o terrorismo.

Falando em pessoas, não em percentagens frias: 2.100 assassinatos de inocentes para matar 43 alegados terroristas.

E outros milhares, muitos mulheres e crianças, foram mutilados e queimados gravemente.

Tudo em países que não estão em guerra com os EUA.

O ataque terrorista em Boston, na maratona, deixou três mortos.

Mas foi razão para imensa comoção.

Alguém precisa avisar aos americanos, tão ligados à religião, que Deus não criou duas espécies: os americanos e o resto.

Postado no blog Tijolaço em 23/05/2013

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"