11 fevereiro 2014

Para ser feliz é preciso ser bom



Maria Cristina Tanajura

À medida que o tempo vai passando fica mais claro pra mim que só trilhando o caminho do Bem podemos ser felizes!

É simples assim e parece até não ser verdade, mas acredito que seja mesmo imprescindível procurar este roteiro sempre, para que nossas vidas se tornem cheias de paz, de harmonia, de tranquilidade. 

Tudo que foi ensinado por Jesus tantos anos atrás e que teimamos em não colocar em prática, é um alerta bem atual e o quanto antes precisa ser vivido!

Sem paz a felicidade não é possível. Podemos nos enganar e até fugir de uma reflexão mais profunda, através de tantas fugas quantas encontrarmos, mas estaremos infelizes da mesma maneira. 

Não há caminho alternativo, apenas um: o da verdade, da dignidade, da bondade. Aquele caminho que possui como sinalização primeira - não faça ao outro o que não gostaria de receber. Uma frase apenas, que resume muito bem no que consiste o ser bom.

Sei que existem muitas teorias complexas e extensas que nos explicam formas de viver, mas acredito que a simplicidade é ainda a forma mais eficaz de expressar o que é verdadeiro.

Fazendo o mal, nos violentamos antes de qualquer coisa, pois este não existe em nossa essência primeira. Somos Amor e só quando estamos expressando amorosidade, respeitamos a nós mesmos, nos dignificamos, estamos inteiros.

O mal é ausência do Bem, assim como a escuridão é ausência de Luz.

Quando fazemos o mal, de alguma forma estamos doentes e precisamos urgentemente de um tratamento e este sempre passa por um cuidado amoroso. O remédio é o Amor, a energia curadora e só ele tem o poder de transformar verdadeiramente alguém.

E aí chegamos à conclusão de quanto estamos, como humanidade, desviados do caminho verdadeiro, pois punimos o mal com atitudes grosseiras, violentas, com falta de respeito, sem compaixão. Nada colheremos fazendo isto, além de mais revolta, mais doença.

Pode ser tão infantil isto que estou defendendo, que chega a parecer apenas uma Utopia. Sei que é assim, mas sei também que esta é uma verdade que precisa ser disseminada, compreendida e vivida o quanto antes, pois como humanidade estamos nos transformando em seres repulsivos, que muitas vezes se comportam bem pior que os animais.

É preciso retirar o foco principal do material e lembrar sempre que somos espíritos vivendo num corpo material; que precisamos ouvir mais as nossas consciências, que precisamos nos relacionar amorosamente - compreendendo e sendo compassivos diante dos nossos erros e dos alheios - para que o Amor vá nos curando e nos mostrando que passos dar, por onde seguir.

Não penso que o caminho espiritual, o do Bem e do Amor, precise ser triste, sofrido e pobre! Não... Muito pelo contrário. 

Tenho a certeza de que se a Natureza tem o que precisa pra estar confortável, bela, nós também temos este direito. Mas é preciso que trilhemos o caminho certo.

Visar apenas lucros e bens materiais e o prazer dos sentidos a todo custo, passando em cima da dignidade e do respeito que devemos a nós mesmos e ao outro, sempre há de nos levar a um sofrimento muito grande, logo adiante.

É preciso ser bom, se quero ser feliz. Fazer o meu próximo sorrir, para que meu mundo também seja alegre. Dar sempre o que puder de mim, para então começar a receber. Abrir-se como as flores, perfumando a atmosfera, pra merecer a bênção do orvalho que as alimenta, todas as madrugadas.

Estamos no momento de ACORDAR! Não cabe mais andar a esmo, sem saber para onde ir, pisando nos outros que encontrarmos em nosso caminho, apenas para ser o mais poderoso, o mais notável, o mais rico, o mais famoso... 

E se mutilando interiormente, adoecendo, perdendo-se, negando-se... Pois não somos este ser. Estamos nos tornando esta caricatura de ser. 

E os tempos são chegados, não havendo mais o que esperar para mudarmos de rumo, abrirmos os olhos da alma para uma coisa tão simples, tão pueril, tão ensinada durante séculos e que teimamos em não considerar. 

Ser feliz fazendo o outro feliz! Perdoar os próprios enganos e assim mesmo fazer com o outro que está em nosso caminho, sabendo que todos têm muito a aprender e por isto estamos por aqui, num planeta escola tão atrasado como ainda é a Terra e que está se preparando para uma mudança evolutiva de muita significação.

Façamos testes. Tentemos fazer o Bem, sempre e sempre e esperemos para ver como nos sentiremos depois. E se der tudo certo, vamos passando a notícia adiante - com o nosso testemunho de vida. 

Certamente estaremos trabalhando por nossa felicidade verdadeira e por um mundo melhor para todos nós.




Maria Cristina Tanajura é socióloga, terapeuta transpessoal.





Postado no site Somos Todos Um




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...