17 outubro 2014

A franqueza é você dizer tudo baseado em fatos



Marco Aurélio Mello

1. Dizer que determinado sujeito quando jovem, por apreço à vida fácil, descolou um cargo público na praia e foi curtir a vida.

2. Dizer que abuso de álcool e drogas, como a cocaína, sempre foram frequentes, a ponto de determinado sujeito ser flagrado dirigindo alcoolizado, com habilitação vencida e se recusado a fazer o teste do bafômetro.

3. Dizer que, quando contrariado numa festa, não teve o menor pudor em agredir a namorada em público.

4. Dizer que, eleito homem público, trouxe a família para "governar" com ele, aumentou tarifas e fez programas sociais cujos resultados foram pífios.

5. Dizer que apesar de reduzir seu salário à metade, aumentou enormemente seu patrimônio com verbas publicitárias oficiais em empresas de radiodifusão de sua propriedade.

6. Dizer que, durante sua gestão, a dívida do Estado que governou aumentou 200%.

7. Dizer que construiu aeroportos em áreas sem o menor interesse para a aviação civil, salvo o fato de estar perto de suas propriedades rurais e de seus familiares.

8. Dizer que teve o nome associado a políticos num episódio nebuloso de apreensão pela Polícia Federal de um helicóptero com meia tonelada de cocaína.

9. Dizer que os maiores interessados em seu sucesso político são duas das maiores e mais importantes multinacionais de petróleo, ambas de olho na maior riqueza energética do planeta do momento: o Pré-sal.

10. Dizer que seu futuro ministro da Fazenda, caso eleito, defende salários menores para os trabalhadores e promete um choque para "trazer a inflação até a meta".

Ainda assim, apesar de tudo estar fartamente documentado, há os ingênuos, crédulos e incautos que vão chamá-lo de mentiroso.

Aí, cabe apenas lamentar, porque o pior cego é aquele que tem olhos, mas não vê.

Postado no blog Contraponto em 16/10/2014


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...